DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA METALÚRGICA E DE MATERIAIS - ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULOPOLI/USP

Graduação

Notícias

FIPT abre nona chamada para bolsas do Programa de Iniciação Tecnológica

10.1.2017

A Fundação de Apoio ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (FIPT) está com inscrições abertas para a concessão de bolsas do programa de Iniciação Tecnológica dedicado aos alunos de ensino superior.
Prazo: Até o dia 28 de abril de 2017.

Clique aqui para mais informações.

Conheça as Premiações aos Melhores Alunos da Escola Politécnica

3.9.2016

Clique aqui para saber mais informações.

Você Conhece o Manual do Calouro da USP?

3.9.2016

Clique aqui para acessar o manual do calouro da USP.

Vem aí a 52ª SEMM-2016: Semana Mínero-Metalúrgica

3.9.2016

Fique ligado! A 52ª SEMM acontecerá entre os dias 7 e 11 de novembro de 2016.

Engenharia Metalúrgica

O curso de Engenharia Metalúrgica cobre três áreas principais:

  • Metalurgia extrativa: Processos de produção primário e refino de metais e ligas metálicas
  • Transformações metalúrgicas: Conformação mecânica, fundição, tratamentos térmicos, tratamento de superfícies, soldagem e metalurgia do pó)
  • Metalurgia física: Lida com as características do material

Sendo assim, os Engenheiros e Engenheiras Metalúrgicos podem operar tanto em processos de beneficiamento de minérios, quanto na obtenção de ligas metálicas com propriedades físicas, químicas e metalúrgicas adaptadas aos mais variados usos e inclusive na fabricação de peças e produtos para uso em outras indústrias, com propriedades adaptadas às diferentes necessidades.

Adicionalmente estas atividades estão fortemente relacionadas às indústrias de base e ao setor metal-mecânico, sendo assim o escopo de responsabilidade do Engenheiro Metalurgista se expandiu consideravelmente no que tange o desenvolvimento e gestão de projetos, seleção de materiais, controle de qualidade, segurança e gestão ambiental.

Nos últimos 20 anos cerca de 300 Engenheiras e Engenheiros Metalurgistas foram formados pelo departamento. Atualmente são oferecidas 20 vagas por ano. O Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica, possui renome no campo de ensino de Engenharia Metalúrgica. Não somente pela sua tradição, mas também por estar sempre na vanguarda e focada em criar os melhores e mais completos engenheiros. Tal fato é acentuado pelo grande número de profissionais, formados pelo departamento, ocupando posições de destaque tanto na indústria quanto no setor de P&D. Não menos importante é a participação de ex-alunos em instituições de planejamento governamentais e na indústria metalúrgica doméstica.

Programa do curso

Engenharia de Materiais

O escopo de responsabilidades dos Engenheiros e Engenheiras de Materiais compreende o estudo dos materiais metálicos, poliméricos e cerâmicos no que se refere à caracterização de propriedades, processos de manufatura e aplicações, adicionalmente à análise, criação e desenvolvimento de novos produtos. Além disso a análise de materiais em si é essencial para entender as bases dos processos de manufatura, que são as pedras fundamentais da competitividade das indústrias.

Os materiais representam as matérias-primas nas quais uma grande quantidade de projetos de engenharia se baseiam. Sendo assim, Engenheiras e Engenheiros de Materiais possuem uma extensa área de atuação, uma vez que o curso provê um amplo conhecimento teórico e prático que enfatiza as relações entre microestruturas, processamento, propriedades e consequentemente a performance do material durante sua utilização.

O curso de Engenharia de Materiais foi criado na Escola Politécnica em 1995, com o objetivo de acompanhar a revolução em curso no campo de materiais, refletida em inovações em praticamente todos os setores de atividade humana, e, principalmente nos campos da computação, telecomunicações, transporte e saúde. O mercado de trabalho para Engenheiros e Engenheiras de Materiais compreende o suprimento de matérias-primas, indústrias de transformação, prestação de serviço, consultorias técnica e P&D. 20 vagas por ano são atualmente oferecidas ao curso de Engenharia de Materiais, que se diferencia do curso de engenharia metalúrgica no que se refere ao espaço dedicado ao estudo de materiais poliméricos e cerâmicos além dos metálicos.

Programa do curso